Pesquisar este blog

terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

Estréia: ComiCidade

A partir da pesquisa e de leituras de peças curtas do teatro cômico japonês, o kiogem, o grupo Buraco d`Oráculo selecionou alguns textos para sua nova montagem. Convidou o diretor Paulo de Moraes para adaptar e dirigir este processo, assim nasceu ComiCidade, um espetáculo que traz como temática a cidade.
São quatro histórias curtas que mostram personagens dentro de situações tipicamente urbanas, revelando os problemas que enfrentamos na contemporaneidade. Assim, partimos do kiogem e de suas histórias rurais, passadas no século XIV e XV, e as trouxemos para o ambiente de uma grande cidade em pleno século XXI.
Diversas situações que ouvimos, vemos ou vivenciamos são levados a cena, sempre com um tom cômico muito forte: a mulher que apanha do marido, dois funcionários explorados pelo patrão, mas que conseguem enganá-lo, uma mulher assaltada e dois ladrões que se metem em uma enrascada.
Nessa montagem o Buraco d`Oráculo manteve sua característica ao levar para a cena pessoas comuns e de forma cômica, sem esquecer o elemento crítico.



SERVIÇO:
O QUE: ComiCidade
QUANDO: Estréia dia 13 de fevereiro de 2008 às 17:00h
TEMPORADA: 13, 15, 20, 22, 27 e 29 de fevereiro, 05, 07, 12 e 14 de março de 2008.
SEMPRE ÀS 17:00
ONDE: Praça do Patriarca – Centro – São Paulo
QUANTO: GRATUITO!

Maiores informações: (11) 8188-3670 / 8152-4483

2 comentários:

Edson paulo disse...

Postarei um relato sobre as apresentações do nosso mais recente espetáculo"ComiCidade".

Estréia:

com um friozinho na barriga, nos dirigimos a Praça do Patriarca, de derta forma uma novidade pois estrearemos e cumpriremos uma temporada de 10 apresentações no centro. Algo novo pra o grupo pois nosso trabalhos sempre ficam na periféria e depois, ramaente, é apresentado na região central.
Descobrimos que criamos um estrutura imensa (onde esta a idéia de figurino no bolso cenário nas costa?).
Feita um divulgação emos um publico razoavél, saindo até materia na folha. Valeu a emoção do Paulinho, percebemos que este espetáculo também faz parte de sua história.
Microfones como sempre, nos deixou na mão, sem microfone parte do espetáculo ficou prejudicado. ao fim da apresentação, uma sensação estranha, a roda de público estava vazia.
Fazer um espetáculo que rompe com todo o nosso trabalho é isso, é espera por surpresas.
Que venha a segunda.

Pam Orbacam disse...

Olá!
Trabalho como voluntária em um projeto de cunho federal na cidade de Santo André chamado "Escola Aberta", que atende alunos e comunidade da periferia da cidade.
Gostaríamos de realizar uma mostra de cênicas para o segundo semestre nas escolas municipais, e por isso estou entrando em contato. Toda ajuda nos é muito preciosa.
Gostaria de saber se há interesse de vocês em participar voluntariamente da mostra, nos ajudando a pulverizar arte pela nossa cidade.
Seria uma honra tê-los conosco.
Participe!
Meu contato: (11) 9838 8091
E-mail: pam.sag@hotmail.com
HTTP://www.escolaabertasantoandre.blogspot.com


No aguardo de um contato, despeço-me.
Abraços,

Pam Orbacam
escritora